Transfofa em Blog

Um espaço especial e pessoal, para dar relevo a cada momento único - Bem Vind@ ao meu Blog!

sábado, Dezembro 31, 2005

Depois de um interregno de uns bastantes longos dias, em que tive de resolver alguns problemas pessoais, aqui estou de novo. Durante este tempo, muita coisa aconteceu. Recebi muitos mails com notícias de alguma forma ligadas ao universo transexual, algumas mais importantes, outras nem tanto.
E, precisamente, por ter estado tanto tempo sem postar, não vou poder, obviamente, noticiar tudo o que queria. Também não estou muito satisfeita com a maneira com que sou obrigada a postar, ou seja, em vez de texto, os links, mas não tenho outra hipótese devido a uma manifesta falta de tempo e devido ao enorme volume de notícias que recebo de várias partes do mundo. Vejo-me obrigada, assim, a continuar a colocar apenas os links, eventualmente um pequeno texto numa ou noutra notícia, que me toque.
Mas, para já, deixemos as notícias de lado, espero que tenham passado um bom Natal, e aproveito para lhes desejar um bom e feliz ano de 2006.
No entanto, vou deixar aqui uns links relacionados com um post que publiquei há uns tempos sobre um filme protagonizado por Felicity Huffman, com o título de Transamerica. Quem estiver interessado é abrir os links e espreitarem o post mais antigo.
Jinhos e bom 2006.


Mas premios para Felicity por Transamerica y también nominada a los Globos de Oro

Transamerica: Transsexual Picaresque

'Transamerica' burnishes 'Housewives' star's luster

Huffman's man voice turn off

Huffman's hard work is paying off
Veteran performer could win Oscar for best actress

Felicity Huffman honored by African-American critics

Calpernia Addams and Andrea James may not have Hollywood marquee clout, but when Felicity Huffman stands to accept the numerous awards she’s bound to receive for her daring and fearless portrait of a transsexual woman in TransAmerica, you’d better believe you’re going to hear their names loud

sexta-feira, Dezembro 16, 2005

quinta-feira, Dezembro 15, 2005

E eis que se começa a falar de cinema, pelos Óscares que se aproximam. E no meio desta confusão, duas coisas se destacam: obviamente o filme de Ang Lee, Brokeback Mountain, do qual se espera ser o grande vencedor deste ano, e que já tem ganho prémios, e a nomeação de Felicity Huffman pelo seu papel de transexual feminina pré-op no filme Transamerica (pena o filme só ter tido esta nomeação, embora também tenha ganho já bastantes prémios). Sobre ambos os filmes já postei, um no blog antigo (Brokeback...) e outro já neste blog. Assim, quem goste de cinema que se anime com este post, e principalmente vão ver os filmes...

Brokeback Mountain’ (já premiado pela Associação de Críticos de Los Angeles), de Ang Lee, ‘King Kong, de Peter Jackson, que se estreia em Portugal depois de amanhã, e ‘Virgem aos 40 Anos’, de Judd Apatow, estão entre os dez filmes eleitos os melhores do ano pelo American Film Institute (AFI).
A lista é completada com ‘Capote’, de Bennett Miller, ‘Colisão’, de Paul Haggis, ‘Good Night, and Good Luck’, de George Clooney, ‘A History Of Violence’, de David Cronenberg, ‘Munich’, de Steven Spielberg, ‘The Squid And The Whale’, de Nora Baumbach e ‘Syriana’, de Stephen Gaghan.
Ao serem eleitas pelo AFI, estas películas – cujo autores serão homenageados em Janeiro em Los Angeles – passam a integrar o espólio da instituição “que documenta o legado cultural da América”, nas palavras do seu director, Jean Picker Firstenberg.



Nos Estados Unidos abriu a época dos prémios, que culminará a 5 de Março de 2006 com a entrega dos Óscares da Academia de Hollywood. Anteontem, a Associação de Críticos de Los Angeles distinguiu como filme do ano e realizador, Ang Lee, ‘Brokeback Mountain’, sobre o amor entre dois ‘cowboys’ na América profunda.

Nas restantes categorias, Philip Seymour Hoffman foi considerado o melhor actor pelo desempenho em ‘Capote’ (sobre o escritor Truman Capote), e, surpreendentemente, a quase desconhecida Vera Farmiga viu premiado o trabalho como drogada no drama de baixo orçamento ‘Down To The Bone’.
Nos secundários, a Associação galardoou Catherine Keener pela interpretação em quatro filmes (‘Capote’, ‘The Ballad Of Jack And Rose’, ‘Virgem aos 40 Anos’ e ‘A Intérprete’) e William Hurt, que faz de mafioso em ‘A History of Violence’, de David Cronenberg.
No que se refere a argumento, registou-se um empate entre Dan Futterman (‘Capote’) e Noah Baumbach (‘The Squid And The Whale’).
Baseado numa história de Annie Proulx, o argumento de ‘Brokeback Mountain’ andou durante sete anos pelos gabinetes de todos os grandes estúdios de Hollywood até acabar nas mãos de um dos mais conceituados cineastas da actualidade: Ang Lee (‘O Tigre e o Dragão’), um sublime contador de histórias com sensibilidade para tratar temas controversos.
Após convencer o júri do último Festival de Veneza, ‘Brokeback Mountain’ é já considerado pela crítica um dos melhores filmes do ano. Agora, só falta mesmo a parte mais difícil: agradar ao conservador público americano. No filme, Heath Ledger (Ennis Del Mar) e Jack Gyllenhaal (Jack Twist) – dois actores em ascensão – são os ‘cowboys’ que se apaixonam num Verão em Brokeback Mountain, Wyoming, vivem uma relação homossexual mas acabam por separar-se, seguindo cada um o seu rumo.



'Brokeback Mountain’, o filme de Ang Lee que retrata o amor entre dois ‘cowboys’ no Wyoming, soma e segue. Depois dos prémios dos críticos de Los Angeles, Nova Iorque e Boston, recebeu ontem sete nomeações para os Globos de Ouro da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood.

Numa atitude inédita, a Associação deixou de fora, na categoria de filme dramático, duas das grandes superproduções do ano: ‘King Kong’, de Peter Jackson e ‘Munich’, de Steven Spielberg. Todavia, os dois cineastas estão candidatos na categoria de realização.
Assim, os nomeados na categoria são todos filmes de baixo orçamento. Além de ‘Brockeback...’, estão na corrida ‘Good Night, And Good Luck’, de George Clooney, ‘Match Point’, de Woody Allen, ‘A History Of Violence’, de David Cronenberg, e ‘O Fiel Jardineiro’, de Fernando Meirelles.
Na área de comédia e/ou musical concorrem a melhor do ano ‘The Producers’, de Susan Stroman, ‘Walk The Line’, de James Mangold, ‘Mrs. Henderson Presents’, de Stephen Frears, ‘Pride & Prejudice’, de Joe Wright, e ‘The Squid And The Whale’, de Noah Baumbach.
Nos actores (drama), estão na corrida Heath Ledger (‘Brokeback...’), Philip Seymour Hoffman (‘Capote’), Russell Crowe (‘Cinderella Man’), David Strathairn (‘Good Night...’) e Terrence Howard (‘Hustle & Flow’), nas actrizes , concorrem Felicity Huffman (‘Transamerica’), Gwyneth Paltrow (‘Proof’), Charlize Theron (‘North Country’), Ziyi Zhang (‘Memórias de Uma Geisha’) e Maria Bello (‘A History...’).
Seis actores vão disputar o Globo de comédia e/ou musical. São eles Joaquin Phoenix (‘Walk The Line’), Cillian Murphy (‘Breakfast On Pluto’), Nathan Lane (‘The Producers’), Johnny Depp (‘Charlie e a Fábrica de Chocolate’), Pierce Brosnan (‘The Matador’) e Jeff Daniels (‘The Squid...’). As actrizes são apenas cinco: Judi Dench (‘Mrs. Henderson...’), Reese Witherspoon (‘Walk The Line’), Sarah Jessica Parker (‘The Family Stone’), Laura Linney (‘The Squid...’) e Keira Knightley (‘Pride & Prejudice’).
Finalmente, nos filmes em língua estrangeiras estão nomeadas duas obras chinesas (‘Kunf Fu Hustle’ e ‘Master Of Crimson Armor’), uma francesa (‘Merry Christmas’), uma sul-africana (‘Tsotsi’) e uma palestiniana (‘Paradise Now’).
Considerados os mais fortes indicados dos Óscares, os Globos de Ouro são entregues a 16 de Janeiro.
FONTE: CORREIO DA MANHÃ

Site oficial de Brokeback Mountain

Site oficial de Transamerica

Le western gay d'Ang Lee favori aux Golden Globes

Homosexual-Themed Films Assault Christmas Moviegoers, December 14, 2005

terça-feira, Dezembro 13, 2005

Uma travesti foi presa num bar do Quênia por estar vestida de forma "suspeita". "Alexandra Kwizera" foi levada para a delegacia. Após uma semana na prisão, ela pagou a fiança e aguarda ser deportada para a sua cidade-natal por infringir as normas de imigração. Ela foi julgada culpada por falsificar o passaporte, onde na descrição de genero estava identificado como "mulher". Sem o pagamento da fiança de 700 dólares ela seria obrigada a passar seis meses na cadeia. A polícia alegou que actualmente os ladrões em Nairóbi, Quênia, usam roupas elegantes para cometer crimes. A maioria dos países africanos condena gays, lésbicas e travestis e a África do Sul é o único a garantir direitos à comunidade gay, onde mais recentemente foi aprovada na Suprema Corte o direito ao casamento gay.
The Telegraph, India
Sunday, December 11, 2005
Mr ya Miss? Sex change operations are on the rise and are being resorted to by people from all walks of life, report Shuma Raha, Gouri Shukla and Anirban Das Mahapatra


New York Newsday, USA N.Y. Critics Honor 'Brokeback Mountain' By CHRISTY LEMIRE

---Excerpt: ' Two performers who underwent significant transformations for their roles received the top acting honors from the National Board of Review: Philip Seymour Hoffman as Truman Capote in "Capote," and Felicity Huffman as a preoperative transsexual in "Transamerica."

December 12, 2005, 6:28 PM EST

domingo, Dezembro 11, 2005

Mais uma vez vejo-me obrigada a perder tempo para denunciar publicamente situações que nunca deviam existir, mas que, infelizmente existem cada vez mais. Agora não se pode estar sossegadamente a conversar em chats sem que volta e meia apareça um imbecil que se julga mais do que é, e gratuitamente começa a ofender.
Não foi comigo que se passou, mas foi à minha frente, pois eu estava em casa da pessoa ofendida e vi tudo. Ora bem, acontece que um determinado sujeito sobre o qual já tive o desprazer de ter de escrever um post no meu blog antigo, que usa nicks como TuVaroni aka Sylvie_Varoni aka Sylvie_trans, hoje de madrugada entrou num determinado canal de um chat no IRC, usando um nick ofensivo para a minha amiga, e começou com um ataque de diarreia mental de tal ordem que pensei que os neurónios dele deviam estar todos em greve.
A pessoa em causa, que tem actuado como travesti em alguns bares da margem sul, afirmou entre outras coisas, que a minha amiga tinha inveja por ser feia e estar sem namorado enquanto que o dito travesti tinha um palminho de cara e tem namorado. Nem vou comentar a atitude, pois ela fala por si. Quem tem namorado tem, quem não tem não tem e não vejo que motivos possam existir para uma espécie de amostra de aborto mal parido como ele faça disso um cavalo de batalha. Basta dizer que a minha amiga é bastante bonita (ao contrário dele que além de ter uma boca completamente desproporcionada, ainda tem a cara mais parecida com a do Mr Ed, um cavalo falante de uma série televisiva ainda do tempo da TV a preto e branco), e que interessados não lhe faltam. Ainda se falasse de mim, que nem me considero bonita (embora tenha sido elogiada pelo Oscar do Esquadrão G este weekend, UAUE), a coisa até nem era tão grave, agora uma pessoa que quando actuava no Bona, em Setúbal, era conhecida no meio das colegas como "boca do inferno" afirmar esse tipo de coisas quando tem a facies que tem, enfim, no mínimo é caricato, para não dizer mais.Como confirmação do que disse, basta comparar-se fotos dele e dela para se ver, pois as evidências não há quem as esconda, embora ele talvez preferisse que assim não fosse. A minha amiga é a Lara e podem ver fotos dela para comparação em http://larak.no.sapo.pt. O endereço do outro é www.gaydar.pt/tuvaroni.
Além de demonstrar uma total e completa falta de carácter, uma mesquinhez digna de estar entre aqueles ditos sobre os cúmulos (aquelas cenas tipo cúmulo da estupidez, etc), ainda tem o topete de se autointitular de trans. O que é absolutamente incongruente com alguém que se autodenominava de travesti e que só quando deu uma reportagem junto com a Salomé e a Patrícia (estas duas sim, trans) é que se descobriu como trans (facto que já tinha referido no outro post sobre a mesma criatura). Ou seja, deu uma reportagem sem saber patavina do que falava. Claro que para a SIC, o que interessa é espectáculo. E nessa mesma reportagem observou-se a mãe desse gajo a dizer que o filho até era muito macho. Um pouco incongruente para quem se diz achar-se mulher.
Mas será que temos de aguentar imbecis como esse? Se não se mete com a gente, nós deixamo-lo em paz. Porque tem sempre de aparecer no canal e começar aos arrotos e traques virtuais? Tem vários canais dele, que fique por lá. Agora vir-se meter com quem não se mete com ele, está mal, muito mal. Haja algo que aconteça, que desapareça, volatize-se, fique pelos seus canais onde pode dar azo à sua falta de educação e de personalidade. Gostava de saber porque será que essa pessoa se sente tão inferiorizada em relação a outras que tem de estar constantemente a provocar e a mandar abaixo para se sentir melhor consigo própria? Sim, porque se não fosse por isso, porque mais se daria ao trabalho de provocar gratuitamente? Se se sente tão inferior, que mude. Podia começar por mudar os neurónios, pois os dele estão a precisar urgentemente de reforma.

quarta-feira, Dezembro 07, 2005

Bem, continuo a postar links para artigos que vou descobrindo na net, por não os poder publicar todos. Alguns são bastante extensos e também por não ter a disponibilidade que desejaria para os traduzir a todos. Nem sequer o número de visitas o justifica, com uma média de 14 visitas diárias num universo de blogues, o que é demonstrativo da importância que estes assuntos têm no universo LGBT. Ou então embirram comigo, sei lá. Enfim, sempre que achar alguma notícia importante o suficiente, tentarei traduzir e postar tudo, procurando sempre deixar o link para quem prefira observar o original. Assim, quem estiver interessado irá seguir os links e quem não estiver irá para outros blogs. Jinhos...





REGISTER STAFF WRITER
December 6, 2005

A little background: Mimi Mark is a man from Waterloo who would rather be a woman from Chicago.
Mark, who was born Mark Kammeyer, won the Miss International Queen 2005 pageant in Pattaya, Thailand, in October. He was selected from transvestite and transgender contestants from 10 countries. Mark performs at the Baton Show Lounge in Chicago andwill spend much of 2006 traveling as Miss International Queen. He took a few minutes from his jet-lagged schedule to answer 10 (or so)Questions .

"...But though it opens with a dimly lighted re-creation of the aftermath of the murder of a young woman by men she'd had sex with - apparently before it became public knowledge that she still had male genitalia - "Middle Sexes" isn't really a documentary about hate crimes or even so much about what it's like to be transgendered in America."








El camino de la identidad de Natalia




“Una batalla grande”: El camino de la identidad de Natalia

Fallan contra joven transexual Argentina para que se realice intervención reasignación sexo. Dictamen contra Nati. "La Cámara Civil, Comercial y del Trabajo de esta ciudad rechazó la petición de la familia de Nati – la adolescente transexual, de 15 años– para que se autorizara una operación de cambio de sexo genital cuando llegue a su mayoría de edad, previa incorporación de hormonas destinada a preparar su cuerpo."

¡¡ Marisa necessita da tua ajuda !! Transexual presa em Espanha isolada e só por causa da sua identidade

Em Espanha, gays y lesbicas celebram o dia da Constituição recordando que o colectivo transexual ainda tem pendente o seu direito à dignidade e à saúde

Activistas transgenéricas y transexuales destacaron la necesidad de reconocimiento de su identidad de mujer y su inclusión como mujeres transgénero y transexuales para la instrumentación de campañas contra el VIH. 06/12/2005

Thursday, December 8, 2005 - About-face in care for city's transgender patients - Medical community trying to better meet their needs By JULIE DAVIDOW - SEATTLE POST-INTELLIGENCER REPORTER










Paula Funatake of TransParentcy.com









domingo, Dezembro 04, 2005

Aqui deixo mais alguns links sobre artigos relacionados de alguma forma com a transexualidade. Ou pelo menos sobre temáticas LGBT. Faço notar também que certos posts mais antigos estão constantemente a ser actualizados, tais como o sobre o Transgender Day of Remenberance, ou posts como este que tem links para vários artigos, ou o sobre o filme Transamerica. Convém a quem interesse ir dando uma vista de olhos de vez em quando. Como sempre estive com problemas de espaço, espero assim ficar com um blog mais duradouro.

Hélène Hazera
Trans : une communauté en butte à l'indifférence ou au voyeurisme.
Mercredi 30 novembre 2005

Revista Vidas - Correio da Manhã
Gala dos Travestis junta famosos no São Luiz
Alexandra Lencastre e Joaquim Monchique. O Teatro São Luiz, em Lisboa, foi palco da 13.ª edição da Gala dos Travestis. O espectáculo, único no género, contou uma vez mais, com a presença de vários transformistas, além de um inúmeros famosos.



Primeiro calendário de uma transexual : Como no mercado existem vários calendários de mulheres exóticas, a transexual Bárbara Jiménez decidiu lançar um novo conceito de qualidade, onde mostra os seus encantos e que físicamente já é toda uma mulher, com o qual espera arranjar propostas de trabalho.
Denis Barrera
2005-12-04