Transfofa em Blog

Um espaço especial e pessoal, para dar relevo a cada momento único - Bem Vind@ ao meu Blog!

terça-feira, Fevereiro 21, 2006

Finalmente estreia aqui em Portugal, cá no nosso miserável burgo, a 23 de Fevereiro...

TRANSAMERICA

Realização: Duncan Tucker
Com: Felicity Huffman, Kevin Zegers, Fionnula Flanagan, Elizabeth Peña, Graham Greene
Site oficial
:
Transamerica
Género: Comédia/Drama
Distribuição: Lusomundo
EUA, 2005
103 min


Transamerica

A vida é mais que a soma das suas partes

Bree, uma mulher transsexual com uma educação superior, vive num bairro pobre de Los Angeles tendo dois empregos para poder pagar uma cirurgia de transformação sexual final.

Um dia, ao receber um telefonema de Toby, um adolescente à procura do pai e que se encontra preso, Bree, escandalizada, descobre que um desastroso encontro heterossexual, durante a sua vida como homem, resultou num filho. O instinto de Bree diz-lhe para virar as costas ao passado, mas a sua terapeuta insiste que ela deve enfrentá-lo...

Com muito custo, Bree usa o seu precioso fundo para pagar a operação e parte para Nova Iorque para pagar a fiança e tirar Toby da prisão. Libertado por esta mulher e sem qualquer explicação, Toby pensa que pelo seu aspecto conservador, Bree será uma missionária cristã que salva as pessoas da rua e as converte ao cristianismo, situação esta que agrada a Bree.

Quando fica a saber que o sujo e despenteado Toby planeia fugir para Los Angeles para trabalhar em filmes pornográficos e procurar pelo pai, entra em pânico e decide então oferecer-lhe uma viagem pelo país, com o objectivo secreto de abandoná-lo junto do padrasto, de quem Toby fugira. Toby aceita, acostumado a receber ofertas em troca de favores sexuais.

À medida que mentem e tentam manipular-se mutuamente, Bree e Toby lançam-se numa surpreendente jornada numa viagem ao coração de um continente – TRANSAMERICA.

“A comédia americana mais original do ano” - Armond White, NEW YORK PRESS
“De rir às gargalhadas, mordaz e fundamentalmente comovente” - Eddie Cockrell, VARIETY
“Huffman oferece-nos uma extraordinária interpretação” - Eleanor Ringel Gillespie, ATLANTA JOURNAL-CONSTITUTION

Fonte: Cinema SAPO/Lusomundo