Transfofa em Blog

Um espaço especial e pessoal, para dar relevo a cada momento único - Bem Vind@ ao meu Blog!

sábado, Novembro 12, 2005


O bispo da diocese cordovesa de San Francisco, Argentina, autorizou uma transexual a ser padrinho de baptismo do sobrinho, um bebé de dois meses, mas pediu que,"pelo menos a outra pessoa que acompanhe nesta missão cumpra com os requesitos estabelecidos pela Igreja Católica". A autorização do bispado beneficia Marcos Giordano, um docente de San Francisco que já tinha sido notícia em 2003 quando conseguiu assumir o cargo de director de uma escola devido à sua pontuação no concurso para o cargo e apesar da oposição de alguns padres pela sua identidade de género e porque ia maquilhada para as aulas. Naquela oportunidade, o docente admitiu públicamente a sua condição de "transexual" dado que disse sentir-se mulher num corpo de homem e que quería operar-se para mudar de sexo. Días atrás, o seu irmão José pediu ao padre Adrián Taranzano da paróquia de San José na localidade de Devoto, permissão para que Marcos seja o padrinho do seu segundo filho, de dois meses.