Transfofa em Blog

Um espaço especial e pessoal, para dar relevo a cada momento único - Bem Vind@ ao meu Blog!

segunda-feira, Maio 15, 2006

Em relação ao meu post de Quarta-feira 10 de Maio de 2006, vamos só esclarecer umas coisinhas, pois parece que "convenientes" lapsos de memória são correntes.
Permito-me duvidar, e tenho essa liberdade, de alguém que se autointitule de qualquer coisa, principalmente na net, e que se esconda atrás de um teclado. Desavenças á parte, A Sylvie dá a cara sempre, a Marlene idem, a Lara idem, a Jó Bernardo idem, eu idem e mais que andam na net e que eu não conheço, mas que sei que também o fazem por já ter visto fotos junto com outras que conheço. No entanto da pessoa em causa só uns nicks, mais nada. Estranho, tendo em conta que uma transexual feminina, ao contrário dos trans masculinos, não tem hipótese de o esconder. Quem não dá a cara é porque tem algo a esconder, penso eu de que...

Para quem não se lembre, há uns tempos atrás, quando ainda nos falávamos, foi dito á frente de quem se encontrasse na altura no canal travestis do IRC, que se tinham livrado de ir à tropa graças a um relatório médico que diagnosticava esquizofrenia. A partir daqui só existem duas hipóteses, ou era mentira e nesse caso trata-se de um caso de auto-difamação, pois foi a própria pessoa a dizê-lo (sim, não inventei) o qual faz perder toda e qualquer credibilidade, ou era verdade e o assunto morre por aqui.


O dito artigo que saiu no DN intitulava-se "Quando o corpo e alma se desencontram" com 3 fotos, uma de Lara Crespo no início, e duas de Marlene na outra página, tal como mostro na foto ao lado. O corpo principal do artigo centra-se na Lara, com as colunas que se encontram debaixo da foto inicial e a coluna á esquerda da segunda página tendo o que Jó bernardo e Queli Marlene disseram sido remetido para um sub-artigo intitulado "a sociedade não nos aceita nem nunca vai aceitar", no final da coluna do meio por baixo das fotos da segunda página, por escolha editorial presumo eu. Faço notar que a coluna final da primeira página foca a transexualidade em geral, não sendo sobre nenhuma das entrevistadas. Penso que fica aqui provado que foi praticado um acto de contra informação deliberado sómente por haver desavenças. No mínimo, dá um descrédito total ao autor do blog, tornando-o tendencioso e só passando a informação que lhe convém. No tempo de Salazar chamava-se a isto "censura".

Penso que fica aqui provado por a mais b o que referi no outro post.

O que é pena, pois até existem lá artigos bem interessantes e informativos, como o sobre "Regimes Hormonais – parte 1 de 3", o que qchei uma optima ideia ou o comentário final do autor no post "Transexuais Espanholas Prometem Entrar em Greve de Fome" com o qual concordo inteiramente.

E já que tanto alvora a bandeira lgbt, e que fala de união, deixo aqui um desafio: estou a fazer um site sobre transexualidade, o qual se encontra acabado faltando apenas os conteúdos, os quais por total e completa falta de tempo não tenho conseguido fazer. Como parece que tempo até tem, que meta as desavenças de lado e venha colaborar, pois aceito toda e qualquer ajuda de quem o queira fazer, pois penso que será de bastante utilidade para quem se queira informar sobre transexualidade.

Jinhos a tod@s